sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Campo-alegrense é aprovado na 2ª fase no Exame da OAB

O campo-alegrense Paulo Alves de Souza, de 32 anos, comemora uma vitória significativa em sua vida, isso porque ele acaba de ser aprovado na 2ª fase do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Nesta matéria, você vai conferir um pouco da vida de Paulo Alves e como ele se preparou para este grande desafio de sua carreira.

Paulo Alves de Souza, se formou no curso de Direito no ano de 2010, no Centro de Ensino Superior Arcanjo Mikael de Arapiraca – CESAMA.

Atualmente trabalha assessorando o Juiz de Direito Mauro Baldini, na 1ª Vara da Infância do município de Coruripe, trabalhando de segunda à sexta, das 07:30h às 13:30h. Ao indagar sobre sua preparação para fazer a prova, ele afirmou a reportagem do Blog do Rômulo Melo que ao sair do trabalho só almoçava e pegava nos livros, estudava em média oito horas por dia. Isso também aos sábados e descansava apenas aos domingos.

Ainda sobre sua preparação, ele destacou que é necessário primeiramente retirar da mente a pressão psicológica, também responder as questões de provas anteriores, se houver condições, fazer um curso Online, e se não tiver condições, a ferramenta do YouTube também ajuda muito, ‘’como no meu caso ajudou’’, destacou.

O Exame da Ordem possui duas etapas, na primeira, o candidato responde a questões de múltipla escolha, já na segunda fase, as questões são abertas e é o futuro advogado quem escolhe a área que vai ser tema das questões. Paulo Alves escolheu Direito Penal para a prova discursiva.

Esta foi a terceira vez que o campo-alegrense fez o Exame da Ordem.

Em sua primeira tentativa, no ano de 2010, ele ainda estudava. Trabalhava no Fórum Municipal de Campo Alegre, como estagiário. ‘’Período que me ajudou muito, porém não estudei o mínimo que deveria. Fiz por experiência, coisa que não aconselho’’, afirmou.

Na segunda vez, em 2013, ele destacou que fez a prova com uma preparação muito grande, mas o nervosismo o atrapalhou ainda na primeira fase. Foi o mesmo período em que outro campo-alegrense Thayrones Almeida  foi aprovado.

Já na terceira tentativa, em 2015, com mais experiência, conseguiu a proeza de ser aprovado.

Ao perguntar como será sua vida profissional daqui pra frente após a sua aprovação, ele nos informou que por conta da sua atuação na assessoria do Juiz de Direito Mauro Baldini, na 1ª Vara da Infância do município de Coruripe, a condição deixa-o em situação de incompatibilidade com a prática da advocacia, tendo, então, que deixar o seu cargo para advogar.  

‘’Não é essa minha pretensão, ao menos no momento. Vou continuar no trabalho atual e buscar a aprovação para Delegado, só depende de mim’’, afirmou Paulo Alves.

No final de nossa entrevista, ele fez questão de agradecer aos seus pais: Seu Joel e Dona Margarida, aos seus irmãos: Jaelson, Paulinha e Isabelle e seus respectivos cônjuges, a sua esposa Rita de Cássia, aos seus sobrinhos, na pessoa do também futuro advogado Thiago Souza e a todos os seus professores, na pessoa do Dr. Antônio, D. Vera e do mestre Ednaldo Cavalcante.


Nenhum comentário:

Postar um comentário