terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Campo Alegre encerra 2016 com 100% das Instituições de sua Rede Pública Municipal credenciadas


CREDENCIAMENTO – é o ato do Sistema Municipal de Ensino (SME) que permite a uma Instituição, constituída com finalidades educacionais, desenvolver atividades de educação escolar no âmbito de um nível ou modalidade da Educação. Este ato é renovável mediante avaliação periódica.

O Conselho Municipal de Educação – CME – de Campo Alegre/AL., enquanto Órgão Normativo do referido Sistema, ocupa função fundamental na efetivação da Gestão Democrática, bem como na consolidação da autonomia do município, para com o gerenciamento de suas políticas educacionais.  E, mediante o compromisso e responsabilidades deste colegiado, que vem trabalhando incansavelmente, assumindo suas funções legais, dentre elas: Credenciar as Instituições de Ensino do Municipal Sistema.

No ano de 2015, foram, credenciadas 15 Instituições que ofertam o Ensino Fundamental e, mais duas em fevereiro deste ano. Nesta terça-feira, dia 13 de dezembro, na Sessão Extraordinária de Pleno, deste Conselho, foram credenciados os 05 Centros de Educação Infantil, totalizando assim, 22 Instituições de Ensino, para o atendimento desde a Educação Infantil (berçários) até o Ensino Fundamental (9 anos), 100% credenciadas, cumprindo o estabelecido no Plano Municipal de Educação, Meta 19, estratégia 19.16, efetivando assim, o processo de Credenciamento e Autorização de Funcionamento, das Instituições.

“Este era um sonho acalentado por todos/as, há muitos anos, e que hoje tornou-se realidade, pois  os verdadeiros/as educadores/as, nunca deixam de sonhar”, frase da Secretária de Educação Josineide Granja, quando diz de sua felicidade, no Plenário deste Colegiado, com a apresentação de tão brilhantes Pareceres relatados pelos conselheiros. 

O presidente do Conselho Municipal de Educação (CME) Lucas Rinaldo, declarou que, está colhendo hoje, o que fora plantado em 2010, quando foi criado o CME, e, em 2011, o SME. Esclareceu ainda que “o papel do colegiado não acaba com o Credenciamento, agora, faz-se necessário, o exercício de fiscalizar e supervisionar, o que fora por nós, hoje, normatizado”, finalizou o presidente.









Nenhum comentário:

Postar um comentário