quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Escola Monsenhor Hildebrando realizou a II Edição da Amostra Literária


A Escola Municipal de Educação Básica Monsenhor Hildebrando Veríssimo Guimarães realizou na última quinta-feira (27) a II Edição da Amostra Literária que teve como tema: “A leitura nutre a inteligência e constrói o caminho do conhecimento.” que ressaltou sobre a importância da leitura no processo de desenvolvimento da aprendizagem dos educandos. É importante frisar que a educação escolar precisa oportunizar e garantir momentos prazerosos de leitura que envolvem o contexto familiar e social em que o (a) discente está inserido (a), potencializando a formação de um sujeito crítico e reflexivo.

Os gêneros literários possibilitam o despertar pelo gosto da leitura, por abarcarem o imaginário, o lúdico tão apreciado pelo público atendido nesta instituição de ensino. Apresentando-se, dessa forma, como meio indispensável para leitores em formação. Além disso, percebemos a necessidade de usar novos espaços e metodologias para atrair esses pequenos leitores, já que os mesmos estão inseridos em um tempo marcado pelo uso de tecnologias variadas, tornando o espaço da sala de aula pouco atrativo.

O país vive uma realidade insatisfatória em relação ao hábito da leitura dos cidadãos brasileiros - seja por motivos financeiros, tempo ou preferências - e isso ilustra um quadro preocupante quando comparada à média de livros lidos por ano em outros países. Além disso, as mídias sociais e as novas tecnologias podem criar uma ilusão de que o jovem está lendo mais quando, na verdade, essa leitura é superficial e rápida, sem qualquer possibilidade de interpretação ou julgamento crítico do material lido. Nesse sentido, o projeto “A leitura nutre a inteligência e constrói o caminho do conhecimento” trabalha, acima de tudo, uma aproximação com os alunos não somente ao desenvolvimento e aprimoramento de suas habilidades de leitura e escrita, mas também em suas percepções acerca da importância dos livros fora do ambiente escolar.

No turno matutino as obras trabalhadas foram: 

6ºs ANOS – IRACEMA (José de Alencar); 
7ºs ANOS – A MÃO E A LUVA (Machado de Assis); 
8º ANOS – SENHORA – (José de Alencar) 
9º ano “A” e “B” – VIDAS SECAS – (Graciliano Ramos);
9º ANO “C” e “D” – O ENFERMEIRO, A CARTOMANTE e A TEORIA DO MEDALHÃO - (Contos de Machado de Assis). 

Já no turno vespertino foram:

6º ANOS – A HORA DA ESTRELA (Clarice Lispecto); 
7º ANOS – O MENINO NO ESPELHO – (Fernando Sabino);
8º ANOS – INOCÊNCIA – (Alfredo d’Escragnalle Taunay); 
9º ANOS “A” – VIDAS SECAS – (Graciliano Ramos); 
9º ANOS “B”, “C” e “D” – O SEMINARISTA – (Bernardo Guimarães).

Os (as) estudantes deram um show durante as apresentações e já era esperado, visto que houve uma grande dedicação tanto dos (as) discentes quanto dos (as) docentes. O Projeto foi coordenado pelo professor Nelson Ferreira Bastos e trabalhado em sala de aula pelas professoras: Alda da Silva Oliveira, Aldenir Oliveira Pereira, Daise Débora Nascimento Costa, Deysiane Cavalcante de Oliveira, Edna Nicolau Santos, Kerle Cristine Vitório de Farias Sá, Maria Elineusa Vieira de Farias e Maria Lucineide Lima. Os(as) mediadores(as) e facilitadores(as) do PROMAEI – Programa Municipal de Atendimento a Educação Integral também participaram das atividades.









Nenhum comentário:

Postar um comentário