terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Em Campo Alegre: Escola Dom Constantino comemora aprovação de estudantes em vestibulares

A Escola Estadual Dom Constantino Luers, de Campo Alegre, contabiliza, até o momento, mais de 20 aprovados em faculdades públicas e particulares de Alagoas.

"Você sai da Dom Constantino, mas ela não sai de você. Aqui sei que sempre terei apoio e, um dia, quero voltar como professora e retribuir tudo o que fizeram por mim". A fala emocionada de Amanda da Silva, aluna da Escola Estadual Dom Constantino Luers, de Campo Alegre e aprovada em 2º lugar em Ciências Biológicas, pelo Instituto Federal de Alagoas (Ifal) - campus Maceió - reflete não só a gratidão, mas o trabalho de profissionais dedicados e focados no sucesso de alunos da rede pública no ingresso no ensino superior e mercado de trabalho.

Um trabalho que consiste não apenas em lecionar e revisar conteúdos, mas também em prepará-los psicologicamente para as provas, ajudando-os nas inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e orientando-os também sobre escolha de cursos e como preencher o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O resultado: sucesso no ingresso na Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) Ifal e faculdades particulares.


Uma segunda casa - A Escola Estadual Dom Constantino Luers, de Campo Alegre, contabiliza, até o momento, mais de 20 aprovados em faculdades públicas e particulares de Alagoas. Segundo a diretora Maria Aparecida do Nascimento, o preparativo incluiu a realização de um pré-Enem aos sábados, simulados bimestrais e uma feira de profissões onde os estudantes puderam descobrir sua vocação. "Fizemos inscrições para quem não tinha internet, tivemos um mutirão para emissão de carteira de identidade em parceria com a Prefeitura de Campo Alegre e até distribuímos um kit com caneta preta para o dia de prova", relata a gestora.

Além de Amanda, estão entre os aprovados Adriana da Silva, 9º lugar em Letras pela Uneal (ampla concorrência); Camila Mayara Rocha da Silva, 7º lugar História na Ufal, campus Maceió (Sistema de Cotas); Lucas Lira da Silva, 2º lugar em Letras Inglês pela Uneal, campus São Miguel dos Campos (Cotas); Marcos Gabriel Bezerra, aprovado em Meteorologia na Ufal Maceió; Joycce Vitória da Silva, aprovada em Direito no Cesmac; Jaslyne Samya Vicente da Costa, aprovada em Física na Uneal - Maceió (Cotas); Débora Rayane da Silva Santos, 2º lugar em História pelo sistema de Cotas na Ufal Maceió e Camila da Silva Santos, 4º lugar em Ciências Sociais pela Ufal (Cotas).

Lucas e Débora foram outros que descobriram sua vocação para o magistério na escola. "Daqui levarei lembranças de grandes seres humanos com quem convivi e espero voltar como professor e, quem sabe, diretor", revela Lucas. Já Débora viu sua paixão pela História se fortalecer após a participação na Olimpíada de História de Alagoas promovida pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc). "Tive nos meus professores grande inspiração. Quero lecionar na escola pública e devolver para meus alunos tudo que recebi como estudante", diz a garota.



Com: Agência Alagoas

Nenhum comentário:

Postar um comentário